IMG_0544
Vale do Loire Viagens

Vale do Loire: Nos hospedamos em um Castelo

Quando pensamos no roteiro da nossa última viagem pela Europa, decidimos que na França, conheceríamos alguma outra região além de Paris, já que não seria nossa primeira vez por ali. E depois de alguma pesquisa, decidimos que o Vale do Loire seria um destino muito interessante, repleto de história, com seus inúmeros castelos e ainda com a possibilidade de conhecermos alguma vinícola local.

chambord
Castelo de Chambord, um dos mais bonitos do Vale do Loire
rioloire
Vista do Rio Loire. Essa região é realmente repleta de belezas!

Logo nos encantamos com a ideia, e passamos a buscar hospedagem na região do Loire, quando para nossa surpresa, descobrimos que havia a possibilidade de nos hospedarmos em um Castelo e isso vinha ao encontro do nosso intuito de diversificar os locais de pouso ao longo da viagem (ficamos também em hotéis convencionais, em B&B e em um apartamento alugado).

Nas cidades da região do Vale do Loire há diversos hotéis que funcionam em edificações de castelos. Decidimos por nos hospedarmos em Amboise, em razão do fácil acesso de trem e da locação de veículo (há locadoras na própria estação de trem), já que de carro é a melhor forma de percorrer as atrações da região.

O hotel escolhido foi o Clos d’Amboise, um pequeno castelo do século XVII, transformado em hotel em 2003, e que pertencia a John Langlois, marechal dos reis Luis XIV e Luis XV, e que foi completamente renovado em 2011. O local  é muito charmoso, e apesar de bem antigo, possui elevador, e por isso também é recomendável a pessoas com dificuldade de locomoção.

IMG_0544
Vista do hotel desde o jardim
IMG_0534
Vista do nosso quarto

É um lugar muito aconchegante, com móveis de época extremamente bem conservados, e que faz com que você se sinta em uma viagem no tempo e na história. Além disso, o staff do hotel é muito atencioso, e disposto a ajudar com dicas e folders dos castelos que podem ser visitados na região.

closdeamboise4
Jogando um dominó renascentista (mentira, era só um dominó gigante rs)

O café da manhã é bem diversificado e repleto de queijos franceses, como não poderia deixar de ser (ficamos mal acostumados a comer brie no café da manhã todos os dias – saudades!). Na primeira noite fomos jantar no restaurante do hotel, e que é muito gostoso. É preciso fazer reserva, já que possui poucos lugares, e é aberto ao público. O menu é fechado, com entrada, prato principal e sobremesa.

closdamboise2

closdamboise3
Nossos pratos de entrada no restaurante do hotel e que estavam deliciosos!

Outro ponto positivo do hotel é que está bem próximo do Clos Lucé, o Castelo que pertenceu a ninguém mais, ninguém menos, que Leonardo Da Vinci, e que é uma das principais atrações da cidade.

closdeluce
Château Clos Lucé, o castelo em que viveu Leonardo Da Vinci nos últimos anos de vida

E não temos dúvida de que a hospedagem nesse hotel-castelo fez com que a nossa experiência pelo Vale do Loire tenha sido ainda mais memorável!

 

Atenção:

A região está a uma hora e dez de trem de Paris, partindo da Gare Montparnese. Fique atento que a infraestrutura de agências de locação de veículos está na estação Saint Pierre des Corps, na cidade de Tours (cuidado que há outra estação com o nome da cidade, o que pode te atrapalhar na logística).

De lá você aluga um carro e segue para Amboise, num percurso de pouco mais de 50 minutos em estrada margeando o Rio Loire, num visual de tirar o fôlego.

Obs.: Locamos o carro na Hertz, que não exigiu a permissão internacional para dirigir, bastando a apresentação da CNH brasileira e o passaporte, o que representou uma economia de R$275,77 (preço de São Paulo).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *