Mini tortillas de ceviche, que estavam muito boas!
Europa Lima Planejamento

Lima: Dicas de Restaurantes

Lima é a capital gastronômica da América do Sul, repleta de restaurantes estrelados e conhecidos internacionalmente. Assim sendo, a oferta de bons restaurantes é grande, mas o preço também é proporcional, e bem mais elevado que no restante das cidades peruanas (quem visitar outras cidades como Cusco e Puno vai perceber bem isso).

Dessa vez, uma das preocupações da Carol, que já não come carne vermelha, era com a restrição aos lácteos, já que foi recentemente diagnosticada com intolerância à lactose, e frequentemente optava por pratos veganos que eram seguros nesse aspecto. Assim pudemos prestar mais atenção nos cardápios e verificar onde havia atenção a quem possui alguma restrição alimentar.

Além disso, a gente costuma fazer uma pesquisa detalhada e ler avaliações dos locais que escolhemos e no geral, nossas escolhas foram bem acertadas. Comemos muito bem e retornamos com ótimas memórias gastronômicas da capital peruana, e recomendamos os seguintes restaurantes:

Cebicheria La Mar: é um dos restaurantes comandados pelo estrelado Chef Gaston Acurio. Foi a nossa primeira parada em Lima e não nos decepcionamos. As entradinhas são deliciosas e a sugestão do garçom de pedirmos a degustação de ceviches (com 3 opções) foi certeira. Além disso, tomamos um delicioso pisco sour e provamos a chicha morada, suco do milho escuro, docinho e bem gelado que combina bastante com um dia de calor, como o que fazia. A conta para duas pessoas com bebida e sobremesa saiu cerca de R$ 180,00. Há poucas opções vegetarianas e veganas, incluindo uma sobremesa de manga com calda de frutas vermelhas, que provamos e era uma delícia.

Degustação de Ceviches.
Degustação de Ceviches.
Cebicheria La Mar, um restaurante delicioso com um agradável clima de praia
Cebicheria La Mar, um restaurante delicioso com um agradável clima de praia
A sobremesa de manga que estava incrível (e que não tinha lactose)!
A sobremesa de manga que estava incrível (e que não tinha lactose)!

Rafael: com um clima bem intimista, o restaurante comandado pelo renomado chef Rafael Osterling fica bem no coração de Miraflores. As combinações dos pratos são bem especiais, delicadas e ao mesmo tempo marcante. Isso tudo em um local muito agradável e com excelente atendimento. Certamente voltaríamos ao Rafael em uma segunda visita à Lima. Além disso, o restaurante conta com opções vegetarianas e veganas, inclusive nas sobremesas. Nós provamos um sorbet de melão que estava uma delícia. A conta para duas pessoas com bebida (não tomamos nada alcóolico nesse jantar) e sobremesa ficou em torno de R$ 250,00.

El Mercado: outro restaurante do Chef Rafael Osterling. O ambiente é muito agradável e descontraído, inclusive, há uma árvore que foi preservada na arquitetura do local. A entradinha estava deliciosa, comemos mini tortillas de ceviche. O prato principal estava gostoso, mas não não era nada surpreendente e tivemos um contratempo no atendimento. O cardápio não tem muitas opções para vegetarianos, e para veganos é ainda mais difícil e não há muitos detalhes sobre os ingredientes. Foi uma boa experiência, mas em razão das resenhas que havíamos lido, esperávamos um pouco mais. A conta para duas pessoas com bebida e sem sobremesa ficou em torno de R$ 220,00.

Milho tostado servido como entradinha em quase todos os restaurantes. É uma delícia!
Milho tostado servido como entradinha em quase todos os restaurantes. É uma delícia!
Mini tortillas de ceviche, que estavam muito boas!
Mini tortillas de ceviche, que estavam muito boas!
Restaurante El Mercado e seu clima tropical descontraído...
Restaurante El Mercado e seu clima tropical descontraído…

Pescados Capitales: esse restaurante também está localizado em Miraflores e foi um dos que mais gostamos. O restaurante tem deliciosas combinações em pratos tradicionais da cozinha peruana como os ceviches e o polvo na brasa (que foi a escolha do Pedro). O local possui opções vegetarianas, veganas e até mesmo para celíacos e intolerantes à lactose. Esse foi o cardápio mais atencioso que vimos em todo o Peru. O preço para duas pessoas com bebida e sobremesa (Carol amou a sobremesa vegana de chocolate) foi de aproximadamente R$ 230,00.

Lula na brasa com legumes salteados
Lula na brasa com legumes salteados
Polvo na brasa, prato que pode ser encontrdo em diversos restaurantes de frutos do mar. Este estava sensacional!
Polvo na brasa, prato que pode ser encontrdo em diversos restaurantes de frutos do mar. Este estava sensacional!
Degustando um Pisco.
Degustando um Pisco.

El Jardin de Jasmin (restaurante vegano): esse restaurante foi uma feliz surpresa! Chegamos ao local e a atendente avisou que não havia gás na cozinha e nos perguntou sobre a possibilidade de aguardar 20 minutos. Como só estávamos nós e mais um casal, achamos que poderia ser um sinal para ir embora para não estragar a nossa sequência de ótimas refeições. Decidimos aguardar e foi a melhor decisão. Pedimos os hambúrgueres veganos de quinoa e berinjela que estavam deliciosos, e de sobremesa, a torta mousse de chocolate, que estava incrível também. O espaço é bem simples, mas vale a pena para quem aprecia a culinária vegana! O preço para duas pessoas com bebida (sem álcool) e sobremesa foi de aproximadamente R$ 50,00 (além de tudo é bem barato!).

IMG_2793

Restaurante Museo Larco: após uma longa visita ao Museu Rafael Herrera Larco ficamos famintos e após ler algumas resenhas sobre o local, o restaurante do museu pareceu uma ótima opção para a refeição. Além de pratos corretos e saborosos, o lugar tem vista para o jardim do Museu, que por si só é uma atração, repleto de flores e com esculturas ao ar livre. O preço para duas pessoas com duas taças de vinho e sem sobremesa foi de aproximadamente R$ 180,00.

Área externa do restaurante com vista para o jardim do Museu Larco.
Área externa do restaurante com vista para o jardim do Museu Larco.

Café La Marzoco: um café super cool quase em frente ao hotel em que nos hospedamos (Tierra Viva), no bairro de Miraflores. Ali o Pedro provou um dos cafés que mais gostou no país, e olha há uma grande oferta de cafés no Peru (muitos deles orgânicos, inclusive).

Um café descolado em Miraflores
Um café descolado em Miraflores

Além desses, também gostaríamos de ter conhecido o restaurante Central, do chef Virgílio (há um episódio do Chef’s Table sobre ele) e o Astrid & Gastón, mas ambos demandavam reserva com semanas de antecedência e nós acabamos nos descuidando nas datas e não conseguimos, mas fica a desculpa para voltar e aproveitar ainda mais a gastronomia limenha.

Se você tem alguma dica de restaurante em Lima, conta para a gente nos comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *